quarta-feira, 31 de março de 2010

silêncio...


O silêncio me tortura

mais que um adeus

sem porquês, ou jamais.


Meu coração ficou mudo, nenhum som ecoa

Do silêncio ao silêncio

Da ausência à saudade


Saudade do que nunca tive

Saudade do que nunca senti

Ausência...


Eu, agora, tão frágil

desilusão, lágrima,

triste silêncio do coração...

Cynndi :)

corda bamba...


“E eu caminho em corda bamba até o limite de meu sonho. As vísceras torturadas pela voluptuosidade me guiam, fúria dos impulsos. Antes de me organizar, tenho que de desorganizar internamente. Para experimentar o primeiro e passageiro estágio primeiro de liberdade. Da liberdade de errar, cair e levantar-me”.

(Clarice Lispector)

if...



If I were loved, as I desire to be,
What is there in the great sphere of the earth,
And range of evil between death and birth,
That I should fear,–if I were loved by thee?
All the inner, all the outer world of pain
Clear Love would pierce and cleave, if thou wert mine,
As I have heard that, somewhere in the main,
Fresh-water springs come up through bitter brine.
’Twere joy, not fear, claspt hand-in-hand with thee,
To wait for death–mute–careless of all ills,
Apart upon a mountain, tho’ the surge
Of some new deluge from a thousand hills
Flung leagues of roaring foam into the gorge
Below us, as far on as eye could see.

Lord Alfred Tennyson
(Early Sonnets)

terça-feira, 30 de março de 2010

Go!

Hoje foi isso que eu fiz!

segunda-feira, 29 de março de 2010

escolhas...

Hoje acordei pensando como a nossa vida é diariamente moldada pelas nossas escolhas...
Muitas vezes o que bloqueia nossa caminhada é o medo das conseqüências de amanhã e a direção(às vezes sem volta) que a vida irá tomar após cada escolha...
As escolhas dependem de nós mesmos: escolhemos como reagir às situações; escolhemos como as pessoas afetarão o nosso humor; escolhemos falar ou ficar calado... É nossa a escolha de como viver a vida! Então, vamos trabalhar todas as possibilidades e perspectivas, vamos ser fortes e buscar o novo!

Segue abaixo um pequeno texto de Pedro Bial, para refletir e começar bem a semana! ;) Cynndi


Escolhas de uma vida

A certa altura do filme Crimes e Pecados, o personagem interpretado por Woody Allen diz: "Nós somos a soma das nossas decisões".

Essa frase acomodou-se na minha massa cinzenta e de lá nunca mais saiu. Compartilho do ceticismo de Allen: a gente é o que a gente escolhe ser, o destino pouco tem a ver com isso.

Desde pequenos aprendemos que, ao fazer uma opção,estamos descartando outra, e de opção em opção vamos tecendo essa teia que se convencionou chamar "minha vida".

Não é tarefa fácil. No momento em que se escolhe ser médico, se está abrindo mão de ser piloto de avião. Ao optar pela vida de atriz, será quase impossível conciliar com a arquitetura. No amor, a mesma coisa: namora-se um, outro, e mais outro, num excitante vaivém de romances. Até que chega um momento em que é preciso decidir entre passar o resto da vida sem compromisso formal com alguém, apenas vivenciando amores e deixando-os ir embora quando se findam, ou casar, e através do casamento fundar uma microempresa, com direito a casa própria, orçamento doméstico e responsabilidades.

As duas opções têm seus prós e contras: viver sem laços e viver com laços...

Escolha: beber até cair ou virar vegetariano e budista? Todas as alternativas são válidas, mas há um preço a pagar por elas.

Quem dera pudéssemos ser uma pessoa diferente a cada 6 meses, ser casados de segunda a sexta e solteiros nos finais de semana, ter filhos quando se está bem-disposto e não tê-los quando se está cansado. Por isso é tão importante o auto conhecimento. Por isso é necessário ler muito, ouvir os outros, estagiar em várias tribos, prestar atenção ao que acontece em volta e não cultivar preconceitos. Nossas escolhas não podem ser apenas intuitivas, elas têm que refletir o que a gente é. Lógico que se deve reavaliar decisões e trocar de caminho: Ninguém é o mesmo para sempre.

Mas que essas mudanças de rota venham para acrescentar, e não para anular a vivência do caminho anteriormente percorrido. A estrada é longa e o tempo é curto.Não deixe de fazer nada que queira, mas tenha responsabilidade e maturidade para arcar com as conseqüências destas ações.

Lembrem-se: suas escolhas têm 50% de chance de darem certo, mas também 50% de chance de darem errado. A escolha é sua...!

Pedro Bial

domingo, 28 de março de 2010

....



...pena não poder atirar o amor pela janela...
(Rimbaud)

sábado, 27 de março de 2010

Saudade...



Trancar o dedo numa porta dói.

Bater com o queixo no chão dói.

Torcer o tornozelo dói.

Um tapa, um soco, um pontapé, doem.

Dói bater a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim.


Mas o que mais dói é a saudade.


Saudade de um irmão que mora longe.

Saudade de uma cachoeira da infância.

Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais.

Saudade do pai que morreu, do amigo imaginário que nunca existiu.

Saudade de uma cidade.

Saudade da gente mesmo, que o tempo não perdoa.

Doem essas saudades todas.

Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama.

Saudade da pele, do cheiro, dos beijos.

Saudade da presença, e até da ausência consentida.

Você podia ficar na sala e ela no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá.

Você podia ir para o dentista e ela para a faculdade,mas sabiam-se onde.

Você podia ficar o dia sem vê-la, ela o dia sem vê-lo,mas sabiam-se amanhã.

Contudo, quando o amor de um acaba, ou torna-se menor, ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.

Saudade é basicamente não saber.

Não saber mais se ela continua fungando num ambiente mais frio.

Não saber se ele continua sem fazer a barba por causa daquela alergia.

Não saber se ela ainda usa aquela saia.

Não saber se ele foi na consulta com o dermatologista como prometeu.

Não saber se ela tem comido bem por causa daquela mania de estar sempre culpada,

Se ele tem assistido às aulas de inglês,

se aprendeu a entrar na internet e encontrar a página do Diário Oficial,

se ela aprendeu a estacionar entre dois carros,

se ele continua preferindo Malzebier,

se ela continua preferindo suco,

se ele continua sorrindo com aqueles olhinhos apertados,

se ela continua dançando daquele jeitinho enlouquecedor,

se ele continua cantando tão bem,

se ela continua detestando MC Donald´s,

se ele continua amando,

se ela continua a chorar até nas comédias.

Saudade é não saber mesmo!

Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos,

não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento,

não saber como frear as lágrimas diante de uma música,

não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.

Saudade é não querer saber se ela está com outro, e ao mesmo tempo querer.

É não saber se ele está feliz, e ao mesmo tempo perguntar a todos os amigos por isso...

É não querer saber se ele está mais magro,

se ela está mais bela.

Saudade é nunca mais querer saber de quem se ama, e ainda assim doer.

Saudade é isso que senti enquanto estive escrevendo e o que você, provavelmente, está sentindo agora depois que acabou de ler...
(Miguel Fababella)

sexta-feira, 26 de março de 2010

Let´s move...


"Uma ação é um pensamento que venceu a barreira do medo."


quinta-feira, 25 de março de 2010

Breathless...

At the first glimpse
A little gasp of air
One quick hug
Couldn't help but stare

Breathless from the start
Love's passion aflame
But things went all wrong
We knew who to blame

Dark days slumbered
Bright days grew dim
Descended into darkness
Not knowing to sink or swim

One day sun awakened
Streaks of hope shined within
Rebuilt from the bottom
Knowing exactly where to begin

Long clinging embrace
Feelings surreal
Hugs to last a lifetime
Passionate feelings again revealed

Breathless days renewed
Each day is a new start
Through second chances
Love reawakens in the heart

quarta-feira, 24 de março de 2010

e a gente ainda reclama...

video

terça-feira, 23 de março de 2010

Já chega!


Chega de reclamar, chega de lamentar,nada de tristeza..
Agora eu quero é me (re)descobrir, (re)criar, (re)começar, (re)inventar, (re)nascer...
Não posso (nem devo) parar por aqui, por mais seguro que seja este porto, por mais calmas que sejam estas águas...E agora o que fazer, seguir em frente ou retroceder? Melhor tentar descobrir que o que está logo ali na esquina é um mundo de possibilidades, experiências, descobertas... Já é hora de renovar as forças, buscar um novo brilho, me preparar para voar de novo, bem alto!!

É muito bom me dar conta de que posso mudar e fechar ciclos na vida sem medo, e que tudo isso só depende de mim... e nem é tão dificil assim...

:) Cynndi

Mesmo assim...



As pessoas são irracionais, ilógicas e egocêntricas.

Ame-as MESMO ASSIM.

Se você tem sucesso em suas realizações, ganhará falsos amigos e verdadeiros inimigos.

Tenha sucesso MESMO ASSIM.

O bem que você faz será esquecido amanhã.

Faça o bem MESMO ASSIM.

A honestidade e a franqueza o tornam vulnerável.

Seja honesto MESMO ASSIM.

Aquilo que você levou anos para construir, pode ser destruído de um dia para o outro.

Construa MESMO ASSIM.

Os pobres têm verdadeiramente necessidade de ajuda, mas alguns deles podem atacá-lo se você os ajudar.

Ajude-os MESMO ASSIM.

Se você der ao mundo e aos outros o melhor de si mesmo, você corre o risco de se machucar.

Dê o que você tem de melhor MESMO ASSIM.

(Madre Tereza de Calcutá)


segunda-feira, 22 de março de 2010

I wish...


I wish I had the powers to read minds...
I wish that I could fly so high ...
I wish that I could be truthful as I aspire...
I wish I could tell you how I feel...
I wish I could say all the things on my mind...
I wish the day to be bright and sunny...
I wish I could stay in your arms forever...
I wish I could have shelter from the storm...
I wish for peace in all the world...
I wish I had a magic wand to make all my wishes come true...

;) Cynndi

domingo, 21 de março de 2010

Keep looking up...

Take chances...
No matter where you end up or with whom, it always ends up exactly the way it should be...
Your mistakes make you who you are.
You learn and grow with each choice you make.
Say how you feel always...
Be you....and be OK with it!

Saber viver...



Não sei... Se a vida é curta
ou longa demais pra nós,
Mas sei que nada do que vivemos
tem sentido, se não tocamos o
coração das pessoas.

Muitas vezes basta ter:
Colo que acolhe,
Braço que envolve,
Palavra que conforta,
Silêncio que respeita,
Alegria que contagia,
Lágrima que corre,
Olhar que acaricia,
Desejo que sacia,
Amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo,
É o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela
não seja nem curta,
nem longa demais,
Mas que seja intensa,
verdadeira, pura...
Enquanto durar..

sábado, 20 de março de 2010

folha ao vento...



Sou uma folha....deixando-me levar pelo vento...flutuando acima dos sentimentos, solta ao acaso...Nada no pensamento...sou uma folha...
Hoje gostaria de ser uma folha, levada pelo vento....feliz, livre, solta, retirada de mim...
:) Cynndi

Feel....


The more you look, the less you see...
...so, close your eyes and start to FEEL ....

sexta-feira, 19 de março de 2010

I wish I could fly...

Fly


So high above the world I'm flying,
the only breeze is an angel sighing
The warm glow of the sun shines down on me,
as I drift ever closer to my destiny

Floating through these beams so bright,
I push myself to reach new heights
I don't know when, but someday soon,
I'll be there dancing on the stars, on the moon

On the ground I hear them cry
to get back on earth, and out of the sky
I'm not meant to touch the stars,
They're just too bright, and much too far

And just when I stop flying, start falling
I hear the voice of an angel calling
I listen well to her sweet sound,
saying, Fly on, and don't ever look down

e passa...


"Tudo passa. Na vida tudo passa. Mas nem tudo que passa, a gente esquece".

Chico Pedrosa

dúvidas...



Não consigo mais fingir ..."A gaveta da alegria já está cheia de ficar vazia" já dizia Alice Ruiz...

Não sei mais o que procuro, o que quero...dias atrás eu queria apenas uma coisa...e nada mais era importante na minha vida....estou cansada de me doar inteira numa batalha pra perder no fim...Deito me na cama e penso que tudo podeira ter sido diferente se... e se.. e se...

Quero ir embora...fugir para um lugar onde possa fechar os olhos e não ouvir nada...
;) Cynndi